QUEDA DA IMUNIDADE E EXERCÍCIO FÍSICO

Por: As Nutris 01 de Abril de 2019

Os principais sintomas da queda da imunidade estão relacionados com a diminuição das defesas do organismo contra agentes estranhos como vírus, bactérias e fungos, que acabam causando doenças frequentes. O sistema imune está enfraquecido quando há gripes, resfriados, uso de corticoides ou de anti- inflamatórios como a Dipirona.




Para melhorá-lo é importante adotar hábitos de vida saudáveis, como a prática de exercícios regularmente e uma alimentação balanceada, com alimentos ricos em vitamina C, selênio e zinco. Para saber mais sobre os alimentos imunoprotetores clique aqui.




Em relação ao exercício físico, é válido lembrar que durante o treino, já tem um desvio do estado de equilíbrio orgânico, levando à alteração da resposta em diversos sistemas, dentre eles o imune. A resposta ao exercício pode ser aguda- reação transitória ao estresse e crônica- gera uma adaptação crônica para que o organismo passe a tolerar de maneira mais adequada o estresse.





Os mecanismos que modulam a resposta imune durante o exercício em ambos casos são divididos em três grupos: hormonais (epinefrina, cortisol, hormônio do crescimento e endorfina), metabólicos e mecânicos, sendo o principal a glutamina- aminoácido fundamental no metabolismo de células musculares, do sistema imune.



O exercício de média intensidade está associado a diminuição de episódios de infecção, possivelmente decorrente da melhoria das  funções de algumas células de defesa. Porém, o exercício, quando praticado além de determinado limite, se relaciona ao aumento da incidência de doenças infecciosas das vias aéreas superiores.




O mais importante é saber que a prática frequente do exercício em conjunto com a intensidade adequada e boa alimentação, provocam alterações benéficas, mostrando uma menor incidência de infecções bacterianas, virais e de desenvolver neoplasias.




Conteúdo elaborado por: Estagiária Thais e Nutricionista Sheila Pachecco.







REFERÊNCIAS:


http://www.scielo.br/pdf/rbme/v8n4/v8n4a06.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rbme/v5n3/10.pdf

http://ilsi.eu/wp-content/uploads/sites/3/2016/06/Nutri%C3%A7%C3%A3o-e-Imunidade-no-Homem-Site.pdf