FILTRO DE BARRO: CONFIÁVEL E BARATO!

Por: As Nutris 17 de Abril de 2018

No início do século XX, foram criados diversos aparelhos e equipamentos para uso doméstico, que prometiam a filtragem e purificação da água. Um desses equipamentos é o filtro de barro, criado em São Paulo por imigrantes portugueses e italianos que trabalhavam em empresas de cerâmica.

O filtro de barro é um dispositivo de gravidade, onde a água a ser filtrada passa através da vela e goteja do recipiente superior para o inferior do filtro, ficando armazenada para o consumo. Sua principal função é retirar partículas e bactérias presentes na água, tornando-a apropriada para o consumo.

Mas a partir da década e 1990, a utilização do filtro de barro iniciou um estágio de declínio, devido aos substitutos mais modernos, como galões de água apoiados em bebedouros elétricos e purificadores, que usavam o mecanismo de retro lavagem. Nesse período também, houve uma grande expansão das vendas de água mineral engarrafada e começou a surgir o garrafão de plástico de 20L, contribuindo ainda mais para diminuição do uso do filtro de barro

Um estudo feito na Universidade Federal de Campina Grande, comparou a qualidade das águas sem filtração, águas processadas em filtros de barro e em filtros modernos (filtro acoplado a torneira), com a recomendação preconizada pelo Ministério da Saúde, o qual salienta que o pH da água deve ser mantido entre 6,0 a 9,5. Através dos resultados adquiridos, notou-se que a água sem filtração apresentava baixo pH com 4,17, a água do filtro acoplado a torneira exibiu média de 4,36 (mesmo sendo filtrada, ainda assim apresentou baixo pH recomendado pela legislação) e a água do filtro de barro apresentou média de 7,81 (dentro da faixa de recomendação). Assim, concluiu-se que o filtro de barro fornece água de melhor qualidade, que não ocasiona danos à saúde, pois tem melhor desempenho na filtragem e purificação da água, sobrepondo a modernidade do filtro acoplado.

Outros estudos publicados no livro The Drinking Water Book de Colin Ingram, indicam que o filtro de barro é bastante eficiente na retenção de cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo e parasitas causadores de diarreias e dor abdominal.

A Organização Mundial da Saúde e a União Europeia recomendam o uso de filtros de água, com o objetivo de garantir o consumo de água sem impurezas. Associados a essa recomendação, diversos estudos salientam a qualidade da água fornecida por filtros de barro, e isso o torna uma ótima opção a ser adquirida, pois além de filtrar e purificar a água, a refresca de modo natural, sem gasto de energia elétrica, tem grande durabilidade e apresenta custos baixos para a manutenção, sendo necessária a troca de velas a cada seis meses.

 

Melhores marcas de filtros de barro

No mercado brasileiro, existem pouquíssimas variações de filtros de barro, sendo a maioria deles da marca Cerâmica Stéfani, que fabrica um produto diferenciado e de alta qualidade em relação a grande maioria dos fabricantes.

Sobre as demais empresas de filtros, a maioria delas funciona de modo precário, pois possuem um capital insuficiente para investir em processos modernos de fabricação, como o uso de estufas para secagem ou máquinas para moldar os filtros, e são poucas as que mantêm um sistema de controle de qualidade para seus produtos.

Em relação ao cumprimento de certificações, todos os produtos da marca Stéfani possuem o Selo INMETRO em destaque.