Existe alimento “falso saudável”? Como assim?

Por: As Nutris 14 de Agosto de 2018

A PROTESTE (Associação Brasileira de Defesa dos Consumidores) fez um alerta para dar atenção a esses alimentos, como peito de peru, gelatina e biscoito de água e sal.

Eles são apresentados como alimentos super saudáveis, que auxiliam na redução do peso. Na grande maioria, são considerados boas opções de lanches intermediários e em alguns casos, até como substitutos de refeições maiores. Mas e aí, será que é tudo isso mesmo?


Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que não existe nenhum alimento que faça milagre, nem mesmo os “diet” - “light” e sim, a mudança nos hábitos que fará a diferença. Segundo o Guia Alimentar da População Brasileira, a alimentação deve ser basicamente composta por alimentos in natura ou minimamente processados.


E foi pensando nos consumidores destes produtos, que a PROTESTE fez um alerta para que o consumo de produtos ultraprocessados seja evitado. Diversos destes itens são consumidos diariamente ou com frequência, sendo que não são indicados. Muitos deles ultrapassam os valores de açúcar, sódio e gorduras.


O consumidor na hora de comprar, deve se atentar aos rótulos. Os ingredientes são listados sempre na ordem decrescente, sendo assim, o primeiro é sempre o que mais tem naquele produto.


Vamos falar a seguir os alimentos “falsamente saudáveis”:

Sucos de caixinha: São quase considerados refrigerantes sem gás, por conterem quase a mesma quantidade de açúcar. Algumas versões têm apenas 30% da fruta mesmo, conhecidas como néctares de frutas, porém os outros 70% são corantes, açúcares, conservantes, intensificadores de sabor e água.

Resultado de imagem para juice in the box

Imagem: Duke university

Gelatina: Deve-se ser consumida com cuidado, pois é a geléia (obtida da pele, ossos e tecidos conjuntivos animais) e mais uma combinação de açúcar, aromatizantes, corantes e conservantes.

Resultado de imagem para gelatina

Imagem: HypeScience

Cereais matinais: O consumo destes produtos não é recomendado para crianças, mesmo que muitos tenham suas propagandas direcionadas à elas. Pois são ricos em açúcar e sódio.

Resultado de imagem para morning cereal

Imagem: Healthline

Sopas Instantâneas: Apesar de serem opções práticas, na sua maioria, possuem o teor elevado de sódio e aditivos químicos. E também não são nenhum pouco nutritivas. Leia a lista de ingredientes.

Resultado de imagem para cup a soup

Imagem: Showmars

Barrinhas de cereal: Vem escrito nas embalagens que são ricas em fibras, mas quando são analisadas, a maioria está abaixo dos valores necessários. A maioria têm sódio, açúcar e conservantes em excesso.

Resultado de imagem para cereal bar

Imagem: Free images

Bisnaguinhas: A opção mais popular nos refeitórios das escolas nas lancheiras é um alimento pobre de fibras. Os ingrediente são basicamente farinha branca, açúcar, gordura hidrogenada, sal e aditivos químicos. Também foi encontrado gordura trans em algumas marcas.

Resultado de imagem para bisnaguinha png

Imagem: Bless this mess

Peito de peru: Um embutido rico em sódio, nitrito e nitrato, corantes, conservantes. Seu consumo é relacionado com estilo de vida saudável, mas duas fatias (40g) apresenta 500mg de sódio, que é ¼ do valor recomendado para um dia todo.

Imagem relacionada

Imagem: Helthymood

Biscoitos água e sal: Que só de água e sal não tem quase nada. São uma combinação de gordura hidrogenada, aditivos químicos, trigo branco, açúcar e então, o sal e a água. Em algumas marcas foi encontrado até gordura trans, que o consumo não é recomendado pela OMS.

Resultado de imagem para biscoito de agua de sal

Imagem: Shutterstock

Acompanhem todas as novidades no nosso instagram: @asnutris

Bj, Laura Gonçalves.

Conteúdo elaborado por Laura Gonçalves. Supervisionado pela Nutr. Sheila Pachecco