ÔMEGA-3

Por: As Nutris 20 de Fevereiro de 2019

O   ômega-3 nada mais é do que um conjunto de gordura formado por EPA e DHA, ambos ácidos graxos. Suas funções principais são referentes ao desenvolvimento do feto (colabora para a função neuronal e imunológica), beneficia a saúde dos vasos sanguíneos, atua no tratamento e prevenção do Alzheimer, além de ser necessário para toda função cognitiva, ou seja, ideal para manter atenção, boa memória e aprendizagem. Os valores recomendados para a população em geral é de 1,6g/dia para homens e 1,1g/d para mulheres.




O organismo não produz eficientemente estes ácidos graxos, portanto, para obter quantidades adequadas de ômega-3, é importante consumir:


  • Peixes gordurosos contendo grande teor de óleo, como cavala, sardinha, atum e salmão, sendo ideal o consumo em torno de 2 porções por semana.

  • Vegetais verdes-escuros como o agrião, couve, alface, espinafre e brócolis.

  • Farinha/sementes de linhaça e chia.




       

Como a dieta de boa parte da população é baseada em industrializados e consumo de fast foods contendo grande quantidade de gordura saturada, e com isso, baixa ingestão de alimentos contendo EPA e DHA, ocorre o aumento dos processos inflamatórios, colaborando para o desenvolvimento principalmente de doenças relacionadas ao coração, principalmente a doença arterial coronariana e dislipidemias (como colesterol alto e triglicérides alto).



O ômega-3 pode elevar o HDL- o tipo de colesterol que funciona como proteção do organismo, mais conhecido como “colesterol bom” e reduz os triglicérides- a gordura que tem função de armazenar energia dos carboidratos e gorduras ingeridos em excesso, para reserva no tecido adiposo.



Além dos benefícios referentes a prevenção e tratamento de doenças, o ômega-3 pode contribuir para o ganho de massa muscular. Quer entender como isso ocorre?


O ômega-3 pode agir na membrana das células do organismo, aumentando a entrada de aminoácidos como a leucina que percorrem para o interior da célula, onde atua promovendo a síntese proteica muscular, ou seja, processo no qual o músculo capta aminoácidos para a manutenção e/ou o crescimento das células musculares. Com isso, cria um ambiente anabólico, ideal para gerar a hipertrofia muscular. Sendo nesse contexto, o uso do ômega-3 interessante para atletas e praticantes de exercício físico.



Acompanhem todas as novidades no nosso instagram: @asnutris

 

 

Elaborado por: Estagiária Thais e Nutricionista Sheila Pachecco.